domingo, 26 de dezembro de 2010

Pensamentos Aleatórios (27-12-2010)


Preciso reorganizar tudo o que tenho em mente, o que tenho em mãos e o que está por dentro. Talvez demore um tempo para colocar em palavras claras tudo o que está guardado. Se é que alguem acompanha esse blog... as atualizações demorarão um pouco daqui pra frente, pelo menos por um tempo, eu acho.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Cascas


É hora do sol brilhar..
nesse céu congelado.
Mas sob essas arvores mortas...
a luz não te alcançará.

Ar nos pulmões,
sangue nas veias...
pés no chão.

Há esperança pulsando. . .

É hora do vento soprar as cascas
e mostrar o que há debaixo.

Banhe-se de luz.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Björk- Dull Flame of Desire (Tradução)




Sombria Chama do Desejo



Eu amo os seus olhos, meu amor
Sua esplêndida, radiante chama
Quando por um instante você os levanta,
Ligeiramente para lançar um olhar aconchegante

Como um relâmpago cortando o céu
Mas há um encanto que é ainda maior...
Quando os olhos do meu amor estão no chão
No calor de um beijo apaixonado...

E por entre os cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo
E por entre os cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo

Eu amo os seus olhos, meu amor
Sua esplêndida, radiante chama
Quando por um instante você os levanta,
Ligeiramente para lançar um olhar aconchegante

Como um relâmpago cortando o céu
Mas há um encanto que é ainda maior...
Quando os olhos do meu amor estão no chão
No calor de um beijo apaixonado...

E por entre os cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo
E por entre os cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo

Sombria chama
Eu vejo a total chama do desejo
Eu vejo a chama sombria
Eu vejo a chama total

Através dos cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo
E através dos cílios baixos
Eu vejo a sombria chama do desejo

E por entre os
cílios baixos
Eu vejo
a sombria
chama
do desejo


*BRUNO* -To Whom it may Concern

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Homicidio


Um dia eu irei matá-la!
Um dia eu não sentirei
seu peso em minhas costas.

Quero um abrigo,
um lugar escondido
para poder matá-la!

Um dia eu irei matá-la,
um dia não serei mais
sua cobaia!

Quero um punhal,
uma arma letal.
Vou enterrá-la
no meu quintal!

Ah! Eu irei matá-la!
Vou te afogar
com um sorriso na cara!

Ah solidão!
Um dia você não caberá
no meu coração.

Vou enterra-la
com um sorriso no rosto
e então sentir o gosto
da alegria de novo.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Y

Y” -iamamiwhoami / Jonna Lee- (Tradução)







Y

Pequena esperança, pequeno lar do divino
Venha e nos salve dessa feia verdade
Pequena esperança, nascida da necessidade
Que todas as coisas boas na vida venham ate você
Pequeno fantasma, tão inocente e despreocupado
Eles nunca irão parar de caçar você
Pequena voz, a vida tem o melhor de mim
E com o tempo é o que ira acontecer com você também

Pequena esperança, cante uma canção de fogo
Eu não sei como ser assim
Pequena esperança, cante uma canção de fogo

Pequena esperança, assim

Pequena esperança, e a canção é silenciosa
Com sua mente, você sonha com a vida agora
Pequena esperança, cante uma canção de fogo

Eu vi a verdade e não é nada parecida com o que você disse
Eu vi a foto do mundo perfeito
Agora você pode tocar o ar em volta do meu abrigo
São tantas questões, tantas coisas ainda não ditas


*HIGEKI*

domingo, 19 de setembro de 2010

Cura


Eu derramo toda a esperança
sobre essa faisca de vida
e como fogo queimando em meu peito
surge a força e eu levanto os braços

Enquanto a chuva traz a cura
e rega folhas mortas. . .

Eu derramo toda a esperança
sobre essa semente de luz
e como um sopro de vida
as raízes se entrelaçam.

Enquanto a cura me ilumina em azul
e o céu cinza é rasgado pelo sol vespertino
as folhas mortas alimentam o solo
para florescer um novo destino.

Ah! Eu nunca acreditei na luz.
Mas me rendo agora.
A verdade é mesmo pura.
O tempo traz mesmo a cura.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

“B” -iamamiwhoami (Tradução)


B


estava ele, sozinho, mas bem
Devíamos embalar nossas coisas e fugir
Descansar na areia movediça
Ombro a ombro, segurando as mãos
Afunde lentamente agora, levante voo
Deixe o silêncio tomar esta luz vazia
Respire fundo enquanto nós vamos, enquanto nós vamos


Querendo ir mais alto
Querendo ir mais alto
Querendo ir mais alto
Até a lua nos obrigar a subir de volta para baixo
E apressados, correndo para a praia


Querendo ir mais alto
Querendo ir mais alto
Querendo ir mais alto


Com uma áspera e desagradável saudação
Embora os pássaros convivam com esta paranoia
Eu nunca me envergonharei do que há por trás
Suas músicas ainda estão tocando na minha mente
Toda a minha brancura se torna azul
Cuide de mim, cuide de ti
Respire fundo enquanto nós vamos, enquanto nós vamos


*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 29 de agosto de 2010

Pensamentos Aleatórios: 29/08/2010


Quantos sentimentos em um só ser. . . Ainda não encontrei a resposta para uma pergunta que me faço diariamente ha algum tempo: Pra que tanto amor no peito? Sinto como se estivesse para explodir, mas ao mesmo tempo sinto um vazio indescritível. . . A convivência com essa dualidade tem sido arduamente dificil. É tanto apego (em tão pouco tempo), são tantos desejos, tantas duvidas. O esperar já não é o bastante, e o ariscar não parece seguro. Não sei se penso no que sinto ou se sinto sem pensar. Uma coisa é certa: Estou cheio desse vazio!


*BRUNO* -To Whom it may Concern

Pluto

Pluto -Björk (Tradução)


Plutão

video


Com licença
Mas vou ter que
Explodir
Explodir esse corpo
Me desligar

Eu ficarei novinho em folha
Novinho amanhã
Um pouco cansado
Mas novinho em folha.



*HIGEKI*

sábado, 7 de agosto de 2010

Pensamentos Aleatórios . . . (07-08-2010)


O tempo tem corrido nesses ultimos dias... tenho feito tantas coisas, mas ao mesmo tempo parece que não tenho feito nada. Vim conquistando algumas coisas diariamente, mas parece que não tenho nada. Sempre falta algo. Bom... no fundo eu sinto que é necessario passar por tudo isso, sintir tudo isso, viver tudo isso. Se não, não teria graça, eu não teria motivos pra seguir em frente, não teria o que almejar. Enfim, há muito mais por vir. . . então que venha!

*BRUNO* -To Whom it may Concern

Lullaby


Deixe- me no chão...
está confortável aqui.
Reze por mim.
Cante nossa canção,
enquanto eu adormeço devagar.

Cante para mim...
Cante e eu descansarei em paz.
Me embale e não olhe para traz.
Me aqueça com teu manto até o fim.

Eu devo estar sonhando agora.
Estou em paz ao teu lado.
Não sei porque chora...
Estou partindo, mas te espero do outro lado.

Cante para mim...
Eu quero dormir e sumir.
Eu não quero acordar e não te encontrar.
Eu vou, mas te espero.
Então, cante e alivie minha dor.
Pois eu não quero acordar e não te encontrar.

Eu só quero dormir e sumir.

Eu devo estar... sonhando.
Me embale e me cubra com teu manto.
Faça-me dormir com teu doce canto.
Eu vou, mas te espero do outro lado.
Cante para mim... e não olhe para traz.
Cante e eu voarei em paz.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 11 de julho de 2010

All Is Full Of Love

Björk - All Is Full Of Love (Tradução)

video

Tudo Está Cheio de Amor


Você receberá amor . . .
Você receberá cuidado. . .
Você receberá amor . . .
Você tem que confiar nisso. . .

Talvez não das fontes
das quais você derramou o seu.
Talvez não das direções
para as quais está olhando.

Acredite no que está ao seu redor
está tudo ao seu redor.
Tudo está cheio de amor,
tudo ao seu redor.

Tudo está cheio de amor
só que você não está recebendo.
Tudo está cheio de amor
seu telefone está fora do gancho.
Tudo está cheio de amor
suas portas estão todas fechadas.
Tudo está cheio de amor

Tudo está cheio de amor
Tudo está cheio de amor
Tudo está cheio de amor
Tudo está cheio de amor
Tudo está cheio de amor
Tudo está cheio de amor
...


*HIGEKI*

sábado, 26 de junho de 2010

Vôo da Meia Noite


Eles o tem agora. . .
e eu estou voltando no tempo.
Eles te seguram no chão,
mas tenho que voar mais alto.

As nuvens estão escuras
e o sol se escondeu,
mas meu desejo
me tira do chão.

Eu não vou olhar para baixo. . .
Eu não vou olhar para traz.
Mesmo temendo o que está a minha frente
eu não posso parar.

Eles te dizem o que tem que fazer.
Estou fazendo o que é preciso.
Eles te seguram no chão. . .
Mas eu quero voar mais alto.

As nuvens estão escuras
e o sol se escondeu
mas meu desejo
me tira do chão.

Sinto meus medos fugirem de mim.
Talvez eu não alcance o céu. . .
Talvez nem saia do chão,
mas mesmo temendo o que vem pela frente
eu não vou parar.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 20 de junho de 2010

Distância



Ainda busco com palavras a compreensão . . .

O verde dos seus olhos
Como um espelho de esperança
refletem algo que tenho incompleto.

Tão belo como sentar-se ao lado de alguem se gosta...
Mas sem uma única palavra a dizer,
o que faz jus a tristeza, de estar tão perto....mas tão longe.

O verde dos teus olhos
é como um espelho de almas . . .
e eu me enxergo atraves deles.

E o mesmo silêncio se faz novamente,
como a primeira vez em que te vi . . .
tão escuro, tão frio...tão cheio de solidão.

Seu rosto de ira quer me afastar,
mas mesmo assim me atrai,
pra mais perto
e me faz querer ficar...
só mais um pouquinho.

O verde dos teus olhos . . .
não quero vê-los chorar!
Então fico ali...sem expressão
não sei se vou aguentar.

Nem versos por acaso
tão pouco silêncio.
Nem mesmo se eu gritasse
te alcançaria agora.

Seu nome é impronunciável. . .
seus cabelos são como o verão.
Seu rosto nos mostra a beleza mais adoravel
que se esconde em seu coração.

Nem versos por acaso
tão pouco silêncio.
Nem mesmo se eu gritasse
te alcançaria agora.

E eu fico aqui sem expressão
E o mesmo silencio se faz,
como a primeira vez em que te vi
tão escuro, tão frio e tão cheio de solidão.

Essa é a verdade,
mesmo lado a lado
estaremos sempre distantes.

Mas me diz quem consegue decifrar,
o enigma que há em seus olhos?

Aquela que faz jus a beleza...
de estar em silencio aqui pertinho.
De ter que deixá-la. . .
mas querer ficar só mais um pouquinho.

O verde dos teus olhos
continuam a refletir...
aquilo que falta em mim.

Seu nome é impronunciável. . .

Mas me arriscarei a gritar uma unica vez
quem sabe assim essa distância diminua.


*Parceria entre Lucas e Bruno* To Whom it may Concern

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Debaixo D'água



Hoje quero respirar...
Hoje quero abrir os olhos e te enxergar.

Hoje quero respirar
debaixo d'água.
Quero mergulhar nesse mar
sem me afogar.

Hoje eu quero. . .

Você pode fechar os olhos
vamos nos unir esta noite.
Quando o sol acordar. . .
ainda seremos um.

Hoje quero respirar
debaixo desse mar,
quero mergulhar
sem me afogar.

Debaixo d'água,
eu quero respirar você.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 23 de maio de 2010

Dèjá vu


Vivendo um dèjá vu sem fim,
num ciclo vicioso,
os mesmos erros se repetem.

É sempre vazio,
é sempre frio.
E sempre escuro,
nunca é seguro.

O relógio parece retroceder
enquanto as lagrimas
encharcam esse solo vermelho.

É sempre igual . . .
toda essa solidão pulsando
lentamente.

É um ciclo infinito.

É sempre frio e vazio.
É sempre escuro e inseguro.

O relógio parece retroceder
sempre que tento seguir em frente,
talvez seja apenas uma ilusão em minha mente
algo que não consigo esquecer.

É um ciclo vicioso.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

Heavy Cross- Tradução

The Gossip- Heavy Cross Tradução:

video

Cruz Pesada


É um mundo cruel . . . cruel.
Uma cruz pesada, para carregar consigo
As luzes estão acesas, mas todo mundo já foi embora
E é cruel.

É um jeito engraçado, para conhecer o fim,
Quando as luzes estão apagadas em todas as ruas
Parece certo, mas nunca completo
Sem alegria.

Eu chequei você, se já está sendo feito, desfaça
Isso leva dois, está por nossa conta, provar isso
Nas noites chuvosas, e também nos dias frios,
você está momentos atrás, mas a segundos de distância,
O princípio da natureza, é verdade, mas é um mundo cruel.

Nós podemos jogar isso com segurança, ou podemos jogar de forma legal
Seguir o líder ou inventar todas as regras
O que você quiser, a escolha é sua
Então escolha.

Eu chequei você, se já está sendo feito, desfaça
Isso leva dois, está por nossa conta, provar isso.

Eu já sabia, se isso já foi feito, desfaça
Precisa de dois, cabe a mim e a você, para provar.

Eu já sabia.



*HIGEKI*

domingo, 2 de maio de 2010

Brinquedo



Na escuridão da noite...
Quando estivermos a sós...

Quebre minhas asas...
e me ponha na sua coleção.
Rasgue minha pele...
e pegue meu coração.
Cuspa na minha cara...
me pisoteie no chão.
E quando estiver caindo...
eu ainda te estenderei a mão.

Eu grito de alegria...
E você de prazer.
Isso é tão divertido!

Eu grito de dor...
Eu grito de prazer...
eu pertenço á você.

Você é o mestre...
Eu sou seu brinquedo predileto.
Eu existo por você
Eu pertenço á você.

Me abuse de novo,
a noite é longa e deserta...
Me use e me ponha no alto da sua torre.
Faça o que quiser...
eu só pertenço á você.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

terça-feira, 20 de abril de 2010

Coração Errante



Ah coração errante...
me mostre ao menos uma vez
para que me serve tanto amor no peito.

Hoje você está tão palpitante...
Parece que a chuva não vai passar.
Acho que teremos que esperar
mais um pouco.
Mesmo estando quase louco,
não consigo te segurar.

Ah coração errante...
por que me faz ver
tamanha beleza
em quem não posso ter?
Todo esse amor se desfaz num instante
e se transforma em tristeza.

Parece que a chuva não vai passar...
Mas teremos que esperar
até o sol nascer
para seguirmos em frente.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

sábado, 17 de abril de 2010

Crisálida



Sob esse manto aquecido
envolto em sua aura
eu posso ver o sol brilhar.. .

Nesse casulo vermelho
debaixo de sua pele
do lado esquerdo. . .
do lado esquerdo,
a vida pulsa.

Cada segundo, seguido do outro
me dissolvo,
me transformo.

Mergulho num oceano de perolas,
e você me envolve. . .

Sob esse manto aquecido
envolto em sua aura
eu posso ver o sol brilhar.. .

Deixe-me emergir,
deixe-me respirar.



*BRUNO* -To Whom it may Concern

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Glass Skin- Tradução


Dir en Grey: Glass Skin- Tradução

Pele de Vidro

video

Minha visão começa a embaçar
O céu de vidro, a cor do vento
O carrossel girando sozinho
Eu aceno
Minha voz de certa forma desvanecida é mais importante para mim do que minha consciência pesada
Amanhã eu durmo, deixando eu mesmo para trás
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado
Aqui...
Na escura manhã, eu finjo que a janela é a moldura de um quadro
Eu desperto minha pele dormente e pressiono minha mão contra esse pedaço de pintura fresca
A Primavera floresce e as pétalas caem, dando vida ao rio balançando de um lado para o outro, para onde você irá?
Eu coloco minha mão na pesada porta fechada
O que restou do desfile
O silêncio ri com o fato de que eu não dormirei novamente essa noite
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado

Aqui, deixe existir amor...
A tola dança das estações fere interminavelmente
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado
E para ser derretido pelos sonhos que mantive

Eu sangro como uma forma de compensar tudo que fiz a você
Quão pesado é o sangue?
Felicidade e tristeza descansam muito próximas

A mão que nascerá amanhã, será simplesmente pura e nada mais
Eu mal posso vê-la agora com todas essas lágrimas
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso*
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado

Aqui, deixe existir amor...
Esta é uma roda-gigante, de onde posso observá-la lá de cima
A melodia que está se desfazendo é realmente doce
e bela, é assustadora
A sombra exposta pelo sol está marcada em minha memória
A ela toca meu coração mais que quaisquer palavras fúteis juntas

*BRUNO* -To Whom it may Concern

sábado, 10 de abril de 2010

Larva



Me arrastando. . .
lentamente
eu vou em frente.

Sugando o que há de bom em você
Deslizando através
do seu coração de pedra.

Me alimentando de sua existência
continuo preso ao seu corpo
consumindo sua essência.

Dentro de mim
eu posso sentir
algo bom nascer. . .

Dentro de mim
eu posso sentir
você florescer.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 21 de fevereiro de 2010


Eu me perco no oceano
que há em teus lábios. . .
e não encontro o caminho de volta.

Meu coração, minha bussola.
Guiando-me através de você.

Então... somos um só.

Respirando... sentindo... flutuando.

Mergulhando no azul profundo de seus olhos. . .
Ah... eu vejo através deles.
Nossas almas entrelaçadas. . .

Brilhando. . .

Nós somos um só.
Flutuando. . .
Nós demos um nó
na linha da vida.


*BRUNO* -To Whom it may Concern

domingo, 31 de janeiro de 2010

Lâmina



Esta é a verdade. . .
você pode me ver?
Esse é meu ódio. . .
Você pode sentir?

Apenas sinta. . .
Meus dedos rasgando sua pele!

Sinta. . . o sangue jorrar. . .
devagar, até seu coração parar.

Uma lâmina para acabar com a dor. . .

Essa é a verdade . . .
você pode me ver?
E esse é seu fim. . .
e você não pôde prever.

Apenas sinta. . .
o tempo passar,
o sangue jorrar...
a morte chegar.

Uma lâmina para acabar com a dor.


*BRUNO* -To Whom it may Concern