terça-feira, 20 de abril de 2010

Coração Errante



Ah coração errante...
me mostre ao menos uma vez
para que me serve tanto amor no peito.

Hoje você está tão palpitante...
Parece que a chuva não vai passar.
Acho que teremos que esperar
mais um pouco.
Mesmo estando quase louco,
não consigo te segurar.

Ah coração errante...
por que me faz ver
tamanha beleza
em quem não posso ter?
Todo esse amor se desfaz num instante
e se transforma em tristeza.

Parece que a chuva não vai passar...
Mas teremos que esperar
até o sol nascer
para seguirmos em frente.

*BRUNO* -To Whom it may Concern

sábado, 17 de abril de 2010

Crisálida



Sob esse manto aquecido
envolto em sua aura
eu posso ver o sol brilhar.. .

Nesse casulo vermelho
debaixo de sua pele
do lado esquerdo. . .
do lado esquerdo,
a vida pulsa.

Cada segundo, seguido do outro
me dissolvo,
me transformo.

Mergulho num oceano de perolas,
e você me envolve. . .

Sob esse manto aquecido
envolto em sua aura
eu posso ver o sol brilhar.. .

Deixe-me emergir,
deixe-me respirar.



*BRUNO* -To Whom it may Concern

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Glass Skin- Tradução


Dir en Grey: Glass Skin- Tradução

Pele de Vidro

video

Minha visão começa a embaçar
O céu de vidro, a cor do vento
O carrossel girando sozinho
Eu aceno
Minha voz de certa forma desvanecida é mais importante para mim do que minha consciência pesada
Amanhã eu durmo, deixando eu mesmo para trás
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado
Aqui...
Na escura manhã, eu finjo que a janela é a moldura de um quadro
Eu desperto minha pele dormente e pressiono minha mão contra esse pedaço de pintura fresca
A Primavera floresce e as pétalas caem, dando vida ao rio balançando de um lado para o outro, para onde você irá?
Eu coloco minha mão na pesada porta fechada
O que restou do desfile
O silêncio ri com o fato de que eu não dormirei novamente essa noite
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado

Aqui, deixe existir amor...
A tola dança das estações fere interminavelmente
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado
E para ser derretido pelos sonhos que mantive

Eu sangro como uma forma de compensar tudo que fiz a você
Quão pesado é o sangue?
Felicidade e tristeza descansam muito próximas

A mão que nascerá amanhã, será simplesmente pura e nada mais
Eu mal posso vê-la agora com todas essas lágrimas
Ainda mais vazio do que quaisquer lágrimas de riso*
Deixado apenas para ser levado, deixado apenas para ser violado

Aqui, deixe existir amor...
Esta é uma roda-gigante, de onde posso observá-la lá de cima
A melodia que está se desfazendo é realmente doce
e bela, é assustadora
A sombra exposta pelo sol está marcada em minha memória
A ela toca meu coração mais que quaisquer palavras fúteis juntas

*BRUNO* -To Whom it may Concern

sábado, 10 de abril de 2010

Larva



Me arrastando. . .
lentamente
eu vou em frente.

Sugando o que há de bom em você
Deslizando através
do seu coração de pedra.

Me alimentando de sua existência
continuo preso ao seu corpo
consumindo sua essência.

Dentro de mim
eu posso sentir
algo bom nascer. . .

Dentro de mim
eu posso sentir
você florescer.

*BRUNO* -To Whom it may Concern